Seu site cai em horários de pico? Resolva esse problema

Atrair mais visitantes ao site é o sonho de quem tem negócios on-line. Porém, quando esse sonho vira realidade, ele logo se transforma num pesadelo. O número alto de acessos simultâneos sobrecarrega o servidor, de modo que a página cai em horários de pico. E agora? Siga conosco e veja como resolver esse problema.

Servidor sobrecarregado gera instabilidade no site

Pense num prédio residencial. Todo dia, o mesmo casal desce e sobe pelo elevador. Até aí, nada de errado, pois a estrutura é suficiente para a demanda de duas pessoas.

Agora imagine que eles vão receber visitas. Tios, primos e amigos querem conhecer o apartamento. Ao todo, são dez indivíduos tentando entrar no mesmo elevador.

Os problemas começam. O espaço é pequeno para tanta gente. Alguns ficam de fora, aguardando sua vez de subir. Os demais superlotam a cabine, que mal tem força para erguer o peso. O mecanismo trava e ninguém consegue ir adiante.

É mais ou menos isso que ocorre durante um pico de acesso ao site. Um único servidor precisa gerenciar o tráfego de milhares de visitantes ao mesmo tempo. Como não há estrutura para suprir tamanha demanda, começam as oscilações.

Alguns usuários experimentam lentidão nas páginas – elas demoram mais que o normal para carregar. Outros nem sequer visualizam a homepage. Como estavam no “fim da fila”, mal enxergam a porta de entrada.

A instabilidade do servidor ocorre sempre que há um aumento anormal no tráfego. Isso é comum quando um post de blog viraliza, ou quando a loja virtual resolve fazer uma promoção.

Ora, mas não seria justamente nesses momentos que o site deveria estar disponível? Afinal, se há mais procura, a empresa ganhará mais visibilidade, certo? Pois é. Ainda bem que existe uma estratégia para diminuir a sobrecarga do servidor e, assim, driblar as quedas de conexão.

Se seu site vive caindo, a solução está na CDN

Estamos falando da Rede de Distribuição de Conteúdo (CDN). Esse sistema espalha cópias dos arquivos do site por diversos pontos de presença. Trata-se, basicamente, de uma grande rede de servidores localizados em regiões geográficas estratégicas.

Nesse caso, quando um usuário digita a URL, os dados não trafegam até o servidor de origem. Em vez disso, eles chegam ao ponto de presença mais próximo, o que melhora o tempo de resposta do site.

Seguindo a metáfora anterior, é como se o prédio residencial construísse vários elevadores. Cada visitante embarca na própria cabine e todos sobem simultaneamente, sem travamentos nem espera.

O que a CDN faz é justamente isso: desafogar as demandas do servidor principal. Como os picos de acesso são distribuídos ao longo de toda a rede, não há risco de queda. As páginas permanecem on-line mesmo durante períodos de tráfego mais intenso.

Portanto, você não precisa temer a fama repentina. O post pode viralizar e a loja pode entrar em liquidação. Investindo em CDN, há estrutura para garantir presença on-line em qualquer situação.

Quer saber mais sobre as vantagens da CDN para o seu negócio? Então continue de olho nas novidades de nosso blog!

Comentário(s)