Entenda como a CDN torna seu site mais rápido

A tecnologia CDN torna seu site mais rápido. Essa é uma vantagem estratégica, já que uma boa experiência de navegação fideliza a audiência e pode até aumentar as vendas de um negócio on-line. Mas você sabe como a rede de distribuição de conteúdo funciona? Confira no post de hoje.

Diferenças entre CDN e hospedagem num servidor comum

Todo site fica hospedado num endereço. Não estamos nos referindo à URL, mas a um local físico em algum lugar do mundo. É lá que os computadores recebem a informação de que alguém está tentando acessar a página. Então, processam os dados e devolvem as informações para que a pessoa possa visualizar o conteúdo.

Esse movimento acontece muito rápido. Quando falamos de internet, cada segundo conta. De acordo com levantamento da consultoria Kissmetrics, quatro em cada dez usuários abandonam um site após três segundos de espera. Ou seja: se sua homepage não carrega imediatamente, sua clientela vai embora.

Agora, imagine que o servidor esteja nos Estados Unidos e o usuário, no Brasil. Os dados precisarão percorrer um longo caminho.

Caso muitas pessoas resolverem visitar o site ao mesmo tempo? É bem provável que a estrutura não dê conta da demanda, pois haverá muita informação para ser processada simultaneamente. O endereço eletrônico vai ficar indisponível.

O que a CDN faz é redistribuir o conteúdo. Em vez de utilizar um único servidor, essa tecnologia forma uma rede com pontos de presença espalhados por diversas regiões do globo. Assim, quando um usuário acessa a URL, ele se conecta ao local mais próximo, e reduz o tempo de transferência de informações (latência).

Como a estrutura da CDN torna seu site mais rápido

Os pontos de presença (PoPs) são data centers físicos. Eles ficam estrategicamente posicionados em diferentes áreas geográficas para facilitar o acesso do público. Como a distância entre usuário e servidor fica mais curta, a duração da viagem dos dados diminui. É isso que acelera o carregamento da página.

Cada PoP contém servidores de armazenamento em cache. Os dispositivos servem para guardar cópias do conteúdo do website. Essa medida também reduz o consumo de recursos da rede, tornando a experiência de navegação mais dinâmica.

No site que conta com uma CDN, o servidor de origem carrega apenas o código HTML básico. O restante (imagens, vídeos, scripts…) é processado num servidor à parte – o ponto geográfico mais próximo do usuário. Dependendo da característica do seu site, pode até ser que todo conteúdo fique armazenado na CDN, praticamente eliminando os acessos ao seu servidor.

Dessa forma, evita-se uma sobrecarga de demanda. O trabalho que tradicionalmente era feito por um único servidor fica, agora, distribuído numa estrutura compartilhada. Além da velocidade, você ganha estabilidade: o endereço eletrônico permitirá múltiplos acessos simultâneos, sem sair do ar.

Pense nas vantagens que uma tecnologia dessas pode oferecer ao seu negócio. O tráfego intenso de visitantes costuma ser um problema para quem não utiliza CDN. Em vez de conquistar novos clientes e expandir no mercado, a empresa fica estagnada, pois não consegue garantir presença on-line.

Vai ficar para trás? Continue de olho no nosso blog e conheça outras vantagens da rede de distribuição de conteúdo. Essa é a solução mais rápida, mais segura e mais barata para o seu site.

Comentário(s)